27 de dezembro de 2011

Paschoal Ammirati "Fra-Diávolo" é homenageado na Câmara Municipal de São Paulo!

1° Plano: Paschoal Ammirati e Eduardo Peres
Por iniciativa da ABRACIRCO (Associação Brasileira de Circo), através do seu Presidente Camilo Torres e do Vereador Toninho Paiva, aconteceu no Auditório da Câmara Municipal de São Paulo, no último dia 14 de dezembro, às 15h00, em Sessão Solene, a Cerimônia  em Homenagem a vários Artistas Circenses e ao Presidente da Associação dos Mágicos de São Paulo - AMSP, Paschoal Ammirati - "Fra-Diávolo" que neste ano completou 54 anos de envolvimento com a Arte Mágica, sendo-lhe outorgados  Medalha e Diploma de Mérito Artístico pelos relevantes serviços prestados à mesma e que lhe foram entregues pelo Mágico Eduardo Peres.
Com a presença de inúmeros artistas, parentes e amigos dos homenageados, seguiu-se à cerimônia robusto coquetel, momento de descontração e cumprimentos.

Fotos: Keila
Em destaque: Soderini, Karpes, Ozcar Zancopé, Nicola Sena e Eduardo Peres
King, Eduardo Peres, Paschoal Ammirati, Ozcar Zancopé, Karpes e Nicola Sena

16 de dezembro de 2011

Atrás de um grande mágico, há sempre uma grande mulher...

Esta me foi contada pelo Paschoal Ammirati, Presidente da Associação dos Mágicos de São Paulo - AMSP

Um "célebre pensador" disse o seguinte:

"Atrás de um grande mágico, há sempre uma grande mulher...

E, atrás dela, a esposa do mágico!"

Hahahahahaha!

6 de dezembro de 2011

Truques da mente - O que a Mágica revela sobre o nosso cérebro.

Você quer saber o que acontece no cérebro de uma pessoa quando assiste um número de mágica? Então não deixe de ler este fascinante e envolvente livro. Cientistas americanos nos apresentam um estudo neurocientífico da mágica - "neuromagia" - e nos revelam o que acontece no cérebro quando os mágicos manipulam a atenção e a consciência do espectador. Analisam atos de Mágicos consagrados para embasamento dos seus estudos, permitindo-nos uma maior compreensão e aprofundamento de nossas ações, muitas das vezes tratadas empiricamente. 
Tenha uma excelente leitura!
OZcar Zancopé 


SinopseOs mágicos tiram coelhos da cartola, serram pessoas ao meio e fazem moedas se materializar, surpreendendo as plateias. Para desvendar os mistérios desse mundo intrigante, os neurocientistas Stephen L. Macknik e Susana Martinez-Conde, fundadores de uma nova área de estudo, a neuromagia, mostram que os seres humanos têm uma estrutura de consciência e atenção facilmente penetrável. E é justamente a partir dessas propriedades intrínsecas da mente humana que os ilusionistas trabalham. Truques da mente é o resultado da pesquisa que os autores fizeram no mundo inteiro, ao longo de vários anos, sobre o ilusionismo e o modo como seus antigos princípios podem agora ser explicados pelas mais recentes descobertas da neurociência cognitiva. Alguns dos mais importantes mágicos do mundo revelaram suas técnicas e os segredos por trás desses truques que podem explicar muito sobre o funcionamento do cérebro.


TÍTULO: TRUQUES DA MENTE: O QUE A MAGICA REVELA SOBRE O NOSSO CÉREBRO
TÍTULO ORIGINAL: SLEIGHTS OF MIND
ISBN: 9788537807156
IDIOMA: Português
ENCADERNAÇÃO: Brochura
FORMATO: 16 x 23
PÁGINAS: 318
ANO DA OBRA/COPYRIGHT: 2010
ANO DE EDIÇÃO: 2011
EDIÇÃO: 

AUTOR: Susana Martinez -  Stephen L. Macknik - Sandra Blakeslee

TRADUTOR: Lucia Ribeiro da Silva



Onde encontrar:  
Livrarias e no Magic Market:  

4 de dezembro de 2011

"Check list" - Você usa esta importante ferramenta?

Certamente você já passou por alguma situação difícil no momento em que está  se preparando para a apresentação e não encontra algum  item que faz parte do seu Show. "Caramba! Não veio, e agora?"
"Check list" é, simplesmente, uma lista de verificação ou de checagem e extremante útil para que você não seja pego de surpresa pela falta de algum componente importante para a sua rotina,  figurino e equipamentos . Além de lhe dar a certeza de que está levando tudo, lhe dá também uma certa "tranquilidade mental" na medida em que você não precisa  ir tentando se lembrar durante o trajeto se "pegou tudo".
Para quem já adota a prática, seguramente não estarei trazendo nenhuma novidade, mas se não for o seu caso, tenho certeza que lhe será útil adotá-la, bastando seguir alguns procedimentos simples. 
O primeiro passo é relacionar todos os itens que compõem o "pacote" que vai ser checado, por exemplo itens do seu figurino. Depois de identificados, coloque-os na ordem em que devem entrar na "mala". O ideal é que tal ordem obedeça às necessidades da sua retirada, ou seja: Sapatos devem ser os primeiros da lista pois certamente serão os últimos a serem retirados para uso. Assim, sucessivamente, estabeleça essa ordem para lhe favorecer no momento em que estiver no camarim. Imaginando que a camisa seja o primeiro item a ser utilizado, deverá ser o último da lista e, assim, ficará na "mala" por cima de tudo. Esta ordem lhe permitirá uma excelente organização com consequente economia de tempo e eficácia no momento de se vestir.
Para os equipamentos, tais como cenário, som etc., o critério é o mesmo, devendo entrar e sair do carro na sequência das necessidades de montagem. Já para os números essa ordem não é tão necessária, uma vez que você precisará  que todos estejam disponíveis e preparados antes do início do espetáculo, lembrando, porém, que a lista deles e a respectiva checagem têm a mesma importância.
Pronto, agora é só disciplina. Habitue-se a preparar seus materiais utilizando o "Check list" e você vai desfrutar da tranquilidade e segurança que esta importante ferramenta  lhe proporcionará.


OZcar Zancopé 

1 de dezembro de 2011

João Peixoto dos Santos

NO TESTE DO MÊS DE NOVEMBRO  A PERGUNTA FOI:

Qual Mágico brasileiro publicou vários livros sobre a Arte Mágica, sendo um deles intitulado "Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo"?

97% dos votos foram para a resposta correta.

João Peixoto dos Santos
João Peixoto dos Santos, ou simplesmente J.Peixoto, tem a  máxima importância para o desenvolvimento da Arte Mágica no Brasil, pois foi através do seu incansável trabalho e ferrenha dedicação que a mesma deu seus primeiros e decisivos passos.
A história do seu interesse pela Arte Mágica não é muito diferente do da grande maioria, ou seja, ainda com pouca idade, aproximadamente por volta dos 15 anos,  toma contato com  alguns livros e se apaixona de forma irreversível por ela. Porém, a falta de contato com outros adeptos não lhe permite avanços significativos. Somente a partir do ano de 1900 é que começa uma nova e produtiva fase. J.Peixoto, já com 21 anos de idade  , tem a oportunidade de assistir espetáculos de grandes Mágicos que  passavam pelo Brasil, como Chéfalo, Dr. Richards, Faure Nicolay, Watry, Maieroni, Raymond,  entre outros.  
A presença desses artistas  estimulou o interesse de outras pessoas e, em consequência, a necessidade de novos conhecimentos. Através deles, Peixoto tem informações sobre o movimento mágico na Europa e Estados Unidos, bem como da existência de lojas que comercializavam equipamentos para mágicos e também de sociedades onde os mágicos se reuniam para estudar e aperfeiçoar seus conhecimentos. Vai para Paris e visita as lojas, conhece novos mágicos, adquire o que havia de melhor em equipamentos e volta para o Brasil desejoso de implantar algo parecido com o que tinha visto.
Sua casa virou ponto de encontro de aficionados, tornando-se, também, passagem obrigatória de todos os grandes mágicos que cumpriam temporada em São Paulo, onde residia  desde 1902, sendo reverenciado como a maior autoridade em magia no Brasil. 
Tornou-se conhecido em todo o mundo; correspondia-se com as maiores notabilidades mágicas internacionais, entre elas, Harry Houdini.
O contingente de  amadores cresce e as necessidades de equipamentos também. Peixoto  começa a fabricação e importação de equipamentos e os comercializa. Grande parte  vinha dos Estados Unidos, França e Alemanha.
Em 1910 instala a primeira loja de mágicas do Brasil, " A Casa das Mágicas". Edita o "Boletim de novidades mágicas" (órgão oficial da loja), e catálogo totalmente ilustrado, além de suplemento de novidades para profissionais, pois muitos daqueles amadores  se profissionalizaram e essa necessidade tornou-se imperiosa. 
Publicou o periódico " O Propagandista - Jornal do Farsista", cujo objetivo era a divulgação dos equipamentos que comercializava, a prestação de informações e o combate a falsos médiuns e fenômenos ditos paranormais.
Incansável, Peixoto funda em 1918, juntamente com outros Mágicos, a "Associação dos Artistas Prestidigitadores" que tinha como órgão oficial de divulgação o boletim "O Prestidigitador", porém, por falta de apoio e interesse dos demais, ambos foram descontinuados.
Em parceria com Corrêa Pereira, edita em 1920 o livro "A Prestidigitação Revelada" que, segundo dados históricos, esgotou-se na 2ª Edição. 
Em 1921 funda o "Circulo Mágico Internacional" e lança o "Boletim Mágico" como seu órgão oficial de divulgação, cujo período de atividade, sob a sua batuta, vai de 1921 a 1925.
Em 1929 edita o "Curso de Prestidigitação e Transmissão do Pensamento", que se esgota rapidamente. Em seguida lança o "Curso de Mágicas por Correspondência".
A "Casa das Mágicas" tem agora o seu órgão oficial: "Jornal do Mágico", cujo lançamento ocorre em 1936.
Coroando de forma ímpar a trajetória desse importante baluarte da nossa arte, seguem-se os lançamentos de seu maior feito; Em uma época que, seguramente as coisas não deviam ser fáceis, edita três livros, referências até os dias atuais de colecionadores e estudiosos do Brasil e de outras partes do mundo: "Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo" (1937); Curso Prático de Prestidigitação e Ilusionismo" (1943); Trucs de Magia Selecionados" (1946).
Nascido em Minas Gerais, na Cidade de Formiga (17/05/1879), foi casado com Dona Maria José de Campos Peixoto e   teve oito filhos (cinco mulheres e três homens), sendo que alguns fizeram parte do grupo "Os Peixotinhos". Embora não saiba precisar quantos deles participavam , tenho na lembrança os comentários que me fazia um deles, Norman Peixoto dos Santos, integrante do grupo e continuador do trabalho do  Pai, sobre o sucesso e volume significativo de suas atuações. Essa foi mais uma das "criações" vitoriosas  do "Professor", assim chamado por todos os que o conheceram. 
Nosso querido Professor tinha somente 67 anos quando deixou para sempre o "palco da vida" (06/09/1946), e em sua Certidão  de Óbito está escrito: "Não deixa bens". Para o Escrevente os bens materiais, para nós Mágicos,  deixou uma herança incontestável!


J.Peixoto
J.Peixoto

Cartaz de divulgação do Grupo "Os Peixotinhos"

Observação: 
As fotos que ilustram esta matéria são originais e me foram cedidas pelo Mágico Karpes que as obteve junto a familiares de J.Peixoto, e a quem agradeço pela inestimável colaboração, também, com  dados bibliográficos. 

26 de novembro de 2011

The Best em Close-Up Magic - Grande Final!

Na última quinta feira, dia 24/11/2011, em São Paulo, aconteceu a Grande Final  do concurso de  Mágicas de Close-Up promovido pelo grupo  The Oriental Magic Show e NetMágicas, apresentado  durante o mês de novembro,  às quintas feiras, 21h00, com a participação de 15 concorrentes. 
A Avaliação desta Grande Final foi feita por seis jurados, sendo três Mágicos e três pessoas leigas em Arte Mágica. 
Os competidores foram avaliados pelos Mágicos  Enio Finochi "Li-Tang", Rafael Baltresca e Willians S. Lopes, e por  mais três pessoas leigas.
Competiram nesta noite os seis Mágicos que haviam se classificado nas etapas anteriores: Wagner Messa, Leonardo Pedroso, Arkhan, Emerson Rodrigues, Choi e Gutto Thomaz . Gutto Thomaz recebeu o troféu "Sucesso de Público" pela segunda vez, pois já havia ganho quando disputou a 3ª Classificatória. 
O evento contou com as performances dos Mágicos Pyong, The Oriental Magic Show e Rafael Baltresca.
Os três  primeiros colocados receberam  troféus, medalhas, estadia no Hotel Fazenda Aldeia do Vale, kits de Mágicas, kits da COPAG e prêmios em dinheiroO primeiro recebeu R$ 1.200,00, o segundo R$ 600,00 e o terceiro R$ 300,00.
O campeão será capa da Revista Magi de dezembro de 2011.

Classificação Final

1º Lugar: Gutto Thomaz

2º Lugar: Arkhan

3º Lugar: Wagner Messa
Fotos: Ozcar Zancopé
Arkhan, Gutto Thomaz e Wagner Messa
Júri Técnico: Willians S. Lopes, Rafael Baltresca e Enio Finochi
Wagner Messa, Leonardo Pedroso, Arkhan, Emerson Rodrigues e  Choi
Público - Vista Parcial
Apresentação de Gutto Thomaz
Apresentação de Arkhan
Apresentação de Wagner Messa
Apresentação de Pyong

Apresentação de Rafael Baltresca

Apresentação de The Oriental Magic Show
Fim? Claro que não, em 2012 tem mais!

25 de novembro de 2011

"Como é que pode?"

Esse é o nome do espetáculo apresentado pelo Mágico e Ator Gabriel Louchard  e que está em cartaz no  Teatro dos Grandes Atores, Rio de Janeiro. De acordo com a Revista Veja Rio, o espetáculo está entre os 10 melhores em cartaz .

Sinopse:

Quem nunca disse “como é que pode?” em diversas situações com as quais nos deparamos todos os dias? Como é que pode a seleção ter perdido todos os pênaltis na Copa América? Como é que pode o meu filho nascer japonês? Um misto de surpresa, curiosidade e fascinação brota dessa expressão popular que serve de inspiração para o novo espetáculo de Gabriel Louchard.
Diferente da maioria dos shows de ilusionismo, “Como é que pode?” leva em conta o talento de Gabriel como ator e comediante, costurando os números de mágica com textos de humor, recursos dramáticos e o uso de videos que tornam o espetáculo ainda mais ágil e divertido. Tudo isso dirigido pelo humorista Leandro Hassum. Os textos são do próprio Gabriel e de Mauricio Rizzo, redator de vários seriados de humor, entre eles a Grande Família, Cilada e A Diarista.
Novos caminhos da Mágica
Nos últimos tempos, a mágica conquistou novos espaços e atingiu outros patamares, artistas como David Blaine, Chris Angel e outros já provaram que a mágica pode ser mais do que simplesmente realizar truques, pode se corresponder com outras formas artísticas como interpretação, dança, drama, música e humor. “Como é que pode?” vem contribuir com essa evolução da arte ilusionista. Gabriel Louchard vai instigar a plateia com questões cotidianas e ao mesmo tempo inusitadas. Integrando ação teatral e números de ilusionismo, o mágico/personagem ganha contornos mais humanos do que sobrenaturais e brinca com o público abordando os problemas do dia a dia que todos enfrentamos. Um mágico estressado, por exemplo, pode fazer alguém sumir e depois não conseguir trazer a pessoa de volta por falta de concentração. Nesse caso, seria obrigado a usar o SAM (Serviço de Atendimento ao Mágico) para ajudá-lo a resolver a situação.


Carioca, 26 anos, Gabriel Louchar é um dos mais jovens mágicos profissionais do Brasil, começou a atuar profissionalmente com 12 anos.
DivulgaçãoEm seu currículo já constam participações em eventos importantes como o Show no Palácio da Cidade, no Rio de Janeiro, Feira da Providência, Bienal do Livro, Festival de Inverno - SESCRJ, entre outros. Gabriel também é ator e já participou de campanhas publicitárias e peças de teatro. Também esteve em diversos programas de televisão apresentando suas mágicas, entre eles o Domingão do Faustão, Programa do Jô, Caldeirão do Huck, Mais Você e Silvio Santos.
Como é que pode?

De 02 de setembro a 17 de dezembro

Sextas e Sábados as 23h - R$ 60,00
Teatro dos Grandes Atores
 Av. das Américas 3.555 – Barra
Lotação: 396 lugares
Classificação etária: 14 anos
Duração:  60 minutos
PROMOÇÃO:  
50% de desconto - Procurar por um produtor da peça e dizer que é leitor do Blog!

20 de novembro de 2011

The Best em Close-Up Magic - 3ª Classificatória

Na última quinta feira, dia 17/11/2011, em São Paulo, aconteceu a 3ª Classificatória do concurso de Mágicas de Close-Up promovido pelo grupo The Oriental Magic Show e NetMágicas e que está sendo apresentado  durante o mês de novembro,  às quintas feiras, 21h00, com a participação de 15 concorrentes. (Veja quadro sinótico no final do texto).
A Avaliação é feita por cinco jurados, sendo dois Mágicos e três pessoas leigas em Arte Mágica. Na Grande Final, que acontecerá na próxima quinta feira, 24/11/2011,  o júri será composto por seis membros, sendo três Mágicos e três leigos.
Nesta 3ª Classificatória os competidores foram avaliados pelos Mágicos  Dimy e Pyong, e por  mais três pessoas leigas.
Competiram nesta noite os seguintes Mágicos: Mugs, Cleiton Heredia, Aron, Gutto Thomaz e Wagner Messa. Classificaram-se para a Grande Final: Gutto Thomaz e Wagner Messa. Gutto Thomaz recebeu o troféu "Sucesso de Público".
O evento contou com as performances dos Mágicos Pyong, na abertura, e de Dimy no encerramento.
Além de  troféus e medalhas, prêmios em dinheiro, estadia no Hotel Fazenda Aldeia do Vale, kits de Mágicas e kits da COPAG, estão sendo oferecidos para os três  primeiros colocados.
O primeiro receberá R$ 1.200,00, o segundo R$ 600,00 e o terceiro R$ 300,00.
O campeão será capa da Revista Magi.
Compareça, prestigie e torça pelo seu favorito que terá um ponto somado na nota se for o campeão de "Sucesso de Público". 
Serviço:
Ingresso:  R$ 15,00 com direito a uma porção de batata frita e um refrigerante.
Local: Buffet Bombando Brink
Endereço: Av. Lins de Vasconcelos, 1454
Cambuci
São Paulo - SP   
Informaçõescontato@netmagicas.com.br   

                QUADRO SINÓTICO

Tabela
Fotos: Ozcar Zancopé
Júri Técnico: Pyong e Dimy

Ortega, Geraldin, Cláudio Henrique, Lívia, Wagner Messa e Eduardo Fabiano
Apresentação de Pyong
The Oriental Magic Show:  Phanton, Fujikan e Ossamá Sato 
Apresentação de Dimy
Público - Vista Parcial
Mugs, Cleiton Heredia, Aron, Guto Tomaz e Wagner Messa

Fazer aparecer dinheiro, todos querem!

O garoto chega da escola com o nariz machucado e sangrando. A mãe muito aflita pergunta:

- O que é isso meu filho, andou brigando na rua?

- Não mãe,  tudo por culpa do mágico que foi hoje na escola. Ele tirou várias moedas do meu nariz.

- E deixou você desse jeito?

-Não, foram os meus colegas que quiseram fazer a mesma coisa!

Hahahahahaha!

16 de novembro de 2011

The Best em Close-Up Magic - 2ª Classificatória

Aconteceu na última quinta feira, dia 10/11/2011, em São Paulo, a 2ª Classificatória do concurso de Mágicas de Close-Up promovido pelo grupo The Oriental Magic Show e NetMágicas  que está sendo apresentado  durante o mês de novembro,  às quintas feiras, 21h00, com a participação de 15 concorrentes. (Veja quadro sinótico no final do texto).
A Avaliação é feita por cinco jurados, sendo dois Mágicos e três pessoas leigas em Arte Mágica. Para a Grande Final o júri será composto por seis membros, sendo três Mágicos e três leigos.
Nesta 2ª Classificatória os competidores foram avaliados pelo Mágico Léo Otsuka e pela Mágica Meiry Kamia, e por  mais três pessoas leigas.
Competiram nesta noite os seguintes Mágicos: Pedro Chavernue, Allan Chaubet, Arkhan, Adilson Nunes e Choi. Classificaram-se para a Grande Final: Choi e Arkhan. Choi recebeu o troféu "Sucesso de Público".
O evento contou com a participação do Mágico Paolo DeMitri, convidado, que se apresentou nas mesas com mágicas de close-Up.
O grupo The Oriental Magic Show,  formado por  Ossamá SatoFujikan   e   Phanton, encerrou  a  noite   com   uma   magnífica apresentação. 
Além de  troféus e medalhas, prêmios em dinheiro, estadia no Hotel Fazenda Aldeia do Vale, kits de Mágicas e kits da COPAG, estão sendo oferecidos para os três  primeiros colocados.
O primeiro receberá R$ 1.200,00, o segundo R$ 600,00 e o terceiro R$ 300,00.
O campeão será capa da Revista Magi.
Compareça, prestigie e torça pelo seu favorito que terá um ponto somado na nota se for o campeão de "Sucesso de Público". 
Serviço:
Ingresso:  R$ 15,00 com direito a uma porção de batata frita e um refrigerante.
Local: Buffet Bombando Brink
Endereço: Av. Lins de Vasconcelos, 1454
Cambuci
São Paulo - SP   
Informaçõescontato@netmagicas.com.br   

                QUADRO SINÓTICO

Tabela
Fotos: Victor Augusto Camargo

Júri Técnico: Léo Otsuka e Meiry Kamia


Choi


Ossamá Sato


Pedro Chavernue, Ho Song e Seiji


Apresentação de Arkhan


Público - Vista Parcial
Apresentação de Paolo DeMitri 


12 de novembro de 2011

Cartão de visita, ter ou não ter, eis a questão!

Claro que é ter. Mas só ter não adiantará de nada. O importante é distribuir! Porém não é o que observo quando estou com alguns Mágicos, e não são poucos, no momento em que um  potencial cliente   pede um cartão, ou mesmo um outro colega. A cena é sempre igual. Depois de apalpar os bolsos com certa hesitação: "Puxa! Incrível, estou sem cartão agora", ou ainda, "Está com minha esposa e já já eu pego com ela e lhe trago"
Dois exemplos apenas, mas suficientes para que seja possível uma reflexão sobre esse comportamento no mínimo pouco inteligente. Vejo outros que entregam o cartão com dó, como se estivessem tomando o maior prejuízo.
Cartão de visita, para os Mágicos, serve  para divulgar os seus contatos profissionais, embora possa ter seu uso estendido para os relacionamentos sociais, que na prática acabam funcionando da mesma maneira.
Entendo que qualquer profissional que goste de trabalhar, e queira trabalhar, não pode ter uma prática um tanto quanto míope em relação à divulgação do seu trabalho.
Cartão de visita nas mãos de possíveis interessados no produto oferecido pelo Mágico é quase que como colocar o próprio produto nas mãos dos mesmos. Considerando as facilidades atuais para a sua confecção e preços accessíveis, não há como entender que, primeiro, os cartões não estejam à mão para a sua distribuição e, segundo, que possam ser vistos como custos, quando, na minha opinião, trata-se de investimento.
O objetivo deste artigo não é a confecção do cartão de visita, porém acho importante salientar que o  layout, bem como sua qualidade, devem ser  atrativos e  estimulem o interessado  guardá-lo para utilização no oportuno momento. Contratar a assessoria de um profissional do ramo é recomendável.
Se você não havia pensado a respeito, proponho que reflita sobre quantos trabalhos pode ter perdido por não ter entregue o seu cartão de visita à alguém que em algum momento lhe solicitou.
"Aqui está o meu cartão." Esta é a atitude que o seu cliente espera!


OZcar Zancopé